quarta-feira, 20 de outubro de 2010

UM DIA DESSES..

li em algum lugar que não lembro onde, uma frase mais ou menos assim: Em algum lugar do mundo sempre existirá alguém apaixonado por você. Outro dia, enquanto esperava o sono chegar e viajava em pensamentos me veio na cabeça a seguinte questão: Como é estar do outro lado, como é não amar alguém.

Amar o outro não é uma tarefa fácil, não amar – para alguns – ainda mais. Infelizmente algumas pessoas não conseguem dizer adeus, são egoístas de tal forma que usam aquele clichê argumento: “não quero ter, mas não quero perder”. Se identificou?

A felicidade não está no número de caras que te amam, e ficam olhando para você durante toda aula. Fingir que não percebe é uma maneira de inflar seu ego a custa de sentimentos alheios.

Enganar e tirar o amor da boca do estômago nunca é a melhor solução, acredite, um “não” dito quando necessário é apesar de inicialmente doloroso, a melhor maneira de encontrar novamente o caminho da felicidade. Em ambas as partes. Nunca deixe quem te ama no chão, semsaber se foi descartado, se caiu da sua bolsa sem querer ou se será pegado de volta a qualquer instante.

Estar na lembrança de alguém de forma sincera e dolorosa, ainda é melhor do que de forma egoísta e covarde.

É como se diz por aí: Depois do adeus vem sempre um novo começo.



O triste é saber como o verbo amar está sendo usado sem significado algum,sem verdadeiro amor....



É isso aee meus queridos,um dos maiores erros da humanidade é ter banalizado o "eu te amo" principalmente a juventude atual , o que doi ,pois faço parte disso ,mais não dexisto e sei que isso mudará .! 
Beeijos :*

4 comentários:

  1. que liiiindo, bebela *--*
    Me identifiquei demaaaais .

    ResponderExcluir
  2. essa isabela é uma escritora!!!!

    =]

    parabens! leio sempre que vejo no seu msn =]

    Gustavo

    ResponderExcluir